©  2018 por Clínica Dieckmann. 

Rua Borges Lagoa, 971, conj 54, Vila Clementino, São Paulo/SP

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram

NEUROPEDIATRIA

O que é a neuropediatria?

Você já deve ter se deparado com a especialidade de neuropediatria em alguma pesquisa sobre hiperatividade e déficit de atenção (TDAH), autismo, epilepsia, dificuldade escolar, comportamento, atraso de fala, etc. Mas o que é, e o que faz um neuropediatra, um neurologista infantil ou um neurologista pediátrico? Quais são suas habilidades e competências?

Num sentido bem geral, podemos dizer que a Neuropediatria, ou Neurologia Infantil, é uma
especialidade clínica pediátrica que avalia doenças e condições relacionadas ao sistema nervoso central (cérebro, cerebelo e tronco encefálico) e ao sistema nervoso periférico (nervos) em crianças e adolescentes.

Nesse quadro, o neuropediatra (também conhecido como neurologista infantil ou neurologista pediátrico) é o médico especialista na avaliação do desenvolvimento neurológico da criança desde o nascimento até a adolescência. Responsável tanto pelo diagnóstico, quanto pelo tratamento e por pesquisas relacionadas a certos distúrbios, o neuropediatra também acompanha clinicamente certas aquisições motoras, cognitivas e de linguagem que podem surgir com as doenças e condições neurológicas.

 

Doenças e Tratamentos

  • Crises epilépticas, epilepsias, transtornos paroxísticos não epiléticos;

  • Fraqueza muscular e síndrome do bebê hipotônico

  • Ataxias;

  • Distúrbios sensitivos e autonômicos, distúrbios dos nervos cranianos;

  • Alterações do volume e forma do crânio e hidrocefalia;

  • Malformações do sistema nervoso central;

  • Paralisia cerebral;

  • Transtorno do espectro autista;

  • Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade;

  • Transtornos de aprendizagem;

  • Cefaleias;

  • Distúrbios do sono;

  • Distúrbios do movimento;

  • Anomalias cromossômicas e síndromes genéticas;

  • Erros inatos do metabolismo;

  • Doenças infecciosas do sistema nervoso central;

  • Doenças inflamatórias não infecciosas;

  • Síndromes neurocutâneas;Neoplasias do sistema nervoso central;

  • Doenças vasculares do sistema nervoso central;Hipertensão intracraniana, traumatismo cranioencefálico e raquimedular;

  • Doenças neuromusculares;

  • Manifestações neurológicas de doenças sistêmicas;

A importância do trabalho interdisciplinar e multiprofissional

Porém, apesar de ser um especialista, é possível dizer que o neuropediatra não trabalha sozinho. Uma das características centrais da Neuropediatria é a importância do trabalho interdisciplinar e multiprofissional. O médico neuropediatra interage permanentemente com o pediatra, bem como com os profissionais das mais várias disciplinas: fonoaudiólogos, psicólogos, professores, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais. 
 

A Neuropediatria também está muito relacionada a outras especialidades pediátricas e muitas vezes o trabalho o tratamento é realizados em conjunto com neonatologistas nos problemas relacionados ao cuidado de recém-nascidos, com fisiatras e ortopedistas em crianças com problemas motores, com pediatras intensivistas no caso de crianças criticamente doentes, com psiquiatras de crianças e adolescentes em pacientes com transtornos comportamentais e neuropsiquiátricos e, dependendo da natureza do problema, com outros especialistas, como neurofisiologistas, bioquímicos, neuroimagem, oncologistas, neurocirurgiões, otorrinolaringologistas, oftalmologistas, geneticistas, entre outros.

É importante perceber que existem patologias mais comuns na faixa etária pediátrica do que na fase adulta. No que diz respeito à certas anormalidades no desenvolvimento neuro-psico-motor, é na infância que o desenvolvimento do Sistema Nervoso Central pode manifestar algum desequilíbrio, podendo ocorrer também no final a adolescência, apesar desse sistema já se encontrar um pouco mais amadurecido.

Como as
crianças não são simplesmente adultos pequenos, é importante considerar que as trajetórias e as vivências profissionais dos neuropediatras são diferentes daquelas que envolvem a clínica dos adultos. A abordagem do neuropediatra é diferente em muitos aspectos, até porque muitas das informações não são colhidas diretamente com o paciente, mas sim a partir de relatos dos familiares e responsáveis. Nesse sentido, é fundamental para o profissional ter a habilidade para fazer as perguntas adequadas no sentido de chegar a um diagnóstico que envolva o maior número de relações presente na realidade da criança.
 

Por que se consultar com um Neuropediatra?

Esse refinamento do olhar é importantíssimo, pois muito dos diagnósticos que são realizados tardiamente em adultos deveriam ter sido feitos logo na infância. Para se ter uma ideia, uma criança que tem uma convulsão febril pode, na idade adulta, desenvolver um quadro epiléptico de difícil controle. Qualquer patologia ou qualquer doença que interfira no amadurecimento das estruturas em desenvolvimento pode ter repercussões importantes na vida adulta. Além do mais, na criança as reservas funcionais dos diferentes órgãos são menores do que no adulto, o que significa que o corpo é mais vulnerável a lesões irreversíveis, mas também possui maiores chances de se recuperar após uma lesão.

 

"A infância é uma fase da vida fundamental e essencial para o desenvolvimento cognitivo e social, todo esforço é bem-vindo no sentido de se fazer o máximo pela criança"

Médica graduada pela Residência Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Residência Médica em Neuropediatira pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo  (FCMSC-SP). Residência Médica em Pediatria pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP). Aperfeiçoamento em Neurologia Pediátrica - Ambulatórios de Epilepsia, Eletroencefalograma e Neurodesenvolvimento, Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP). Pós-Graduação em Saúde da Família pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).  Médica Neuropediatra do Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS Infantil II Campo Limpo) - Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Médica Neuropediatra da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Cajamar (APAE-SP). Médica Pediatra do Hospital Municipal Dr. Moysés Deutsch - Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein.

Dra. Barbara Macedo

Médica Neuropediatra